Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BUSSACO

PROPRIA DOMUS OMNIUM OPTIMA

BUSSACO

PROPRIA DOMUS OMNIUM OPTIMA

28
Fev15

A PONTE DO BUÇACO

Peter

ponte1.jpg

Esta é a famosa nova ponte do Buçaco sobre a ribeira

de S.Silvestre , um aproveitamento da árvore que tombou 

conforme se pode ver. Mas atenção , utentes   desta

passagem, a curvatura do tronco não foi aplanada e falta

um sinal  informativo de perigo.  De facto, o tronco é

escorregadio e a segurança precária!

Cuidado ao atravessar!!!!

ponte.jpg

Outra imagem da ponte obtida com a ajuda dum drone

nestaprecisa data , mostrando  a obra em toda a sua

extensão.

28
Jan15

O BUÇACO MUNICIPALIZADO

Peter

 

 

estragos.jpg

Lenhas amontoadas  e largas clareiras a cada passo.

 Se o post anterior mostra um Buçaco visto pela parte

de cima onde o verde tapa o que vai no interior e mostra

um conjunto agradável, esta fotografia  obtida no mesmo

dia mostra o que vai pela parte de baixo , onde os estragos

provocados pelas  intempéries de há dois anos continuam

evidentes  e falhos de intervenção eficaz. 

De ano para ano, a doença cresce e como  no Portugal  dos

nossos dias o dinheiro só chega a  banqueiros e a esta

fundação criada pelo Socrates , agora das romarias ao

templo da Diana ,não chegará verba suficiente

nem insuficiente para recuperar património.

Um faz de conta alías, como o do todo nacional!!!

 

 

 

01
Ago08

FONTES/CARREGAL

Peter

 

                      FONTE DO CARREGAL         

                                                                            

  

                                                                                                                                       

        Abastecia  as ermidas de S. José , do Santissimo

      Sacramento e a Fonte da Samaritana. Construção

      singela formada por uma parede pouco elevada

      rematada por uma pequena cruz. Uma bica, uma pia.

      Aos lados e na frente alguns assentos e uma mesa

      tosca num plano rectangular.

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              

    

              Vista geral da fonte e recinto     

       Sofreu uma primeira intervenção em 1866

       da qual guardava o seguinte letreiro:

 

      OS AMADORES DO BUSSACO

                   MANDARAM

         RECONSTRUIR ESTA FONTE

                Á SUA CUSTA

      SENDO ADMINISTRADOR GERAL

                 DAS MATTAS

               O CONSELHEIRO

             ERNESTO DE FARIA

                   A.D. 1866

 

     ONTEM, como HOJE.

      Foi totalmente remodelada em 1883.

     As suas sombras  e frescura convidam

     a passar ali nas horas mais rigorosas do estio

     e o lugar adaptou-se a sírio oriviligiado

     para  piquenikes.

                                

   

       Um trono com séculos                

     Hoje está como documentam as imagens.

    As nascentes não são limpas, por isso a pouca

    água canta sob as pedras da bica e vai

    alimentar um pequeno fio de água

     que chega á estrada perto da garagem do hotel

 

   

       Mesa de pikenikar                                          

     Segundo a imprensa andam obras na estufa

     e vai ser colocada uma nova sinalética.

     É um começo depois de tantas faltas ao prometido,

     mas atenção, para o ano há eleições o que nos leva

                        a crer que o começo pode ficar por fim.

                             Bibliografia:.

                  Guia Histórico doBussaco e Novo Guia Histórico do Viajante do Buçaco) 

08
Abr08

FIGURAS

Peter

 

        EMIDIO NAVARRO

                                                                                        

       

              Monumento a Emidio Navarro-Luso                    

 

 Para lá da sua faceta de jornalista e politico , Emidio Navarro foi um Homem que amou o Luso e o Buçaco  de tal maneira  que instalou a sua residência nas vertentes da serra.

 A freguesia do Luso ergueu-lhe um monumento em 1917 numa homenagem ao impulso que deu ao Luso na transição dos séculos XIX-XX colocando  as Termas e o Buçaco no mapa do país e do mundo  e proporcionando-lhe um lugar  pioneiro na indústria do turismo em Portugal.

 

                                                               

             

                                                                                     

    ECO-BIOGRAFIA

 

 

 

 

 

 

 

 

  Em 2005 , por ocasião do centenário da sua morte , a Roble  Azul, Editores, publicou um excelente livro de autoria de Luisa Monteiro sobre a sua  vida e obra, sob o título Eco-Biografia  ,Emidio Navarro,1844-1905. A edição , de Agosto 2005,  contou com o apoio da Câmara da Mealhada, da Junta de Freguesia de Luso e da Junta de Turismo Luso-Buçaco. São 160 páginas documentadas e de  leitura acessível.(robleazsul@sapo.pt)

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

VISITAS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D