Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BUSSACO

PROPRIA DOMUS OMNIUM OPTIMA

BUSSACO

PROPRIA DOMUS OMNIUM OPTIMA

29
Mar09

NEMÁTONO

Peter


Árvores infestadas nas encostas do Buçaco


O nemátono é uma doença transmitida por um pequeno insecto que  , supõe-se, foi importado do Canadá.

Depois  de se instalar na zona de Setubal, apareceu na Lousã e Arganil e  estendeu-se ao país , invadindo também a serra do Buçaco.

A grande quantidade de pinheiros doentes estende-se pela serra mas encontram-se  também muitos exemplares na mesma situação dentro da Mata Nacional.

O contágio é provocado pelo insecto Monochamus galloproncialis que ataca de preferência o pinheiro bravo, o pinheiro larício e o pinheiro silvestre.

                                                                                                                                                                   

26
Mar09

DESDOBRAVEL

Peter

      

 

 DIVULGAÇÃO 1953

 

 Desdobravel editado pela ROTEP Janeiro de 1953 .

 No interior , mapas do concelho, da Mata do Buçaco ,

 da Mealhada e do Luso.

 

       

 

 Na contracapa, algumas indicações sobre o concelho, como área, população, telefones,hoteis,romarias, festas, feiras, mercados,etc.

Foram impressos 3000 exemplares na tipografia Amorim, Lisboa.

                                                                                                                     


07
Mar09

FONTE FRIA

Peter

 

A  construção da Fonte Fria original deve-se  a D. Jão de Melo .

Depois da extinção do mosteiro, em 1834, a Fonte Fria entrou  em degradação, e dois anos depois, em 1836, já era uma ruína.

Deve-se ao Conselheiro Morais Soares a sua reconstrução em 1866 .

Alvo de imúmeras criticas pela sua concepção modernista ,pouco  austera para a tradição do Buçaco,foi de novo objecto de intervenção em 1881 tomando então a sua actual imagem.

 

  ( ver mais desenvolvido em Link Histório-Fonte Fria)

                                                                                                                                                                                            

03
Mar09

BUÇACO OBRAS EM RISCO

Peter

                                                                                                                                         

A Mata Nacional do Buçaco , corre  o risco de perder 1,3 milhões de euros ( 260mil contos), do III Quadro Comunitário de Apoio, se não concluir as obras  respeitantes ao centro interpretativo, sinalização e recuperação de património degradado.          

As obras ainda não arrancaram , mas a verba já esteve para ser devolvida a Bruxelas  em Dezembro passado altura em que terminou o primeiro prazo de execução da obra.            

Viriato Garcez,director regional de Florestas do Centro , tem fé  em conseguir o documento em falta  e diz que a obra vai avançar a tempo .                                                        

O novo  prazo, resultante duma prorrogação do primeiro, termina em Junho.                                                                                  

Por sua vez, a Câmara da Mealhada, pela voz do seu presidente, diz que as obras demoram 30 dias a a fazer, depois de ter anunciado em dezembro que graças á sua intervenção a  verba não foi embora.

 Em que ficamos ????                                                                                       

(Jornal de Notícias de hoje)

Mais sobre mim

foto do autor

VISITAS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D